Candidaturas abertas para programa francês de mobilidade para professores, o DEA, para 2021; Inscrições até 15 de junho

A Fondation Maison des Sciences de l’Homme está com candidaturas abertas para o programa de mobilidade internacional para professores, o “Directeurs d’Études Associés” (DEA). As inscrições seguem até o dia 15 de junho e podem participar pesquisadores de todos os continentes. Caso selecionados, os candidatos terão seus trabalhos desenvolvidos por um período de um mês a seis semanas na França (pesquisas de campo, trabalhos em bibliotecas e arquivos) em 2021.

O programa oferece a professores estrangeiros a oportunidade de desenvolver pesquisas na área de ciências humanas e sociais. Os selecionados receberão uma bolsa de 3.404 euros a fim de cobrir gastos com transporte e estadia, além do apoio da instituição.

Podem candidatar-se professores ou diretores de estudos que tenham um doutorado completo ou formação equivalente e exerçam funções em uma instituição de ensino superior e pesquisa. Os candidatos também devem ter idade inferior a 65 anos no momento de sua estadia.

Os projetos submetidos serão avaliados considerando dois aspectos: a qualidade científica do projeto e o método desenvolvido e a relevância de ir para a França realizar o projeto apresentado. Os resultados serão comunicados aos candidatos até novembro de 2020.

Documentos para inscrição e calendário

  • Um  curriculum vitae de no máximo 4 páginas ( incluindo data de nascimento )
  • Uma lista de publicações científicas
  • Um projeto de pesquisa de 4-5 páginas com  datas de estadia e uma bibliografia
  • Uma carta de apoio de um pesquisador francês é bem-vinda

Os candidatos devem enviar seus documentos de inscrição on-line, o mais tardar em 15 de junho de 2020 às 17:00 (horário de Paris) ,  em francês ou inglês .

As inscrições devem ser submetidas na plataforma:  http://programmes.msh-paris.fr

Na plataforma, em sua inscrição on-line para o programa DEA, indique bem o ano da chamada: “2021” e a sessão da chamada: “abril a junho de 2020”.

 

Compartilhar.